11 outubro 2007

Pázinha!

Das tantas coisas que tenho para dizer, quero começar por ti.

Assim posso começar por me maravilhar contigo, comigo, connosco... Já sei, estás com dúvidas, mas é verdade: somos uma pequena maravilha. Sim!

Repara: moramos a centenas de kilómetros uma da outra e vemo-nos só uma ou duas vezes por ano, quando vens cá. No entanto, seguimos atentamente a vida uma da outra através dos nossos blogs e criámos uma amizade bonita.

Quando nos olho não tenho dificuldade em descobrir porque te entrego a minha amizade.

Quando te olho tenho ainda menos dificuldade em descobrir uma grande mulher. Uma mãe exemplar e babadíssima! Uma amiga sincera e disponível, uma pessoa inteligente e correcta. Eu sei, isto já são palavras a mais para te dizer algo tão simples como: gosto de ti. Admiro-te. Admiro a tua generosidade, o teu carácter e a tua força. E sei que vais atravessar este momento menos bom como se fosse uma ponte. Passo a passo, com firmeza.

Cada dia é um novo passo e a cada passo estás mais perto de o/a teres nos braços.

Sei que tens força para lá chegares, mas estou aqui a dar-te da minha também para quando te apetecer descansar.

A ti, Amiga, um grande abraço e muitos beijos.

You\'re in my Prayers
Comment Graphics at pYzam.com

PS - Sei que vou um cadinho atrasada, mas já me conheces... não é defeito é... Falta de tempo! ;) (no post que se segue descobres porquê)

3 comentários:

PA disse...

Ai amiga, que desafogo!
Eu não mereço tanto nem sou isso tudo ou pelo menos dessa forma. Não sou nenhuma 'super-qualquer coisa'. Só faço o mesmo que tu, o mesmo que tantas mães,o mesmo que tantas mulheres... o possível.
Um abraço grande e apertado também para ti. De longe se faz perto sim e eu também guardo para ti um lugar especial no meu coração.
@->--
PS1 E faxavôr de não me fazeres muitas destas, ok? Primeiro porque não mereço, segundo porque fico envergonhada e terceiro porque ainda pode haver alguém que fique a julgar que sou mesmo alguma coisa de especial! lolol

PS2 E tu nem bebes café comigo nas poucas vezes que nos juntamos! lol

PA disse...

E mais uma coisa...
Mesmo que os nossos bocadinhos juntas sejam sempre curtos uma coisa que eu sinto e admiro em ti é a tua total devoção à família. Quer 'para cima' quer 'para o lado', quer 'para baixo'...
Isso EU também priorizo e nos dias de hoje já não é muito comum de encontrar.
As pessoas sentem empatia umas pelas outras com as coisas mais estranhas, mesmo! :)

PS - E estou à espera do post seguinte! lol

Mishka disse...

Querida PA, quem te disse que isto aqui era uma democracia? Aqui vive-se a ditadura e se eu digo que mereces, é porque mereces mesmo! Quer queiras, quer não! :)

Tu não és super e eu não sou super também, mas por isso mesmo, por não sermos "supers" merecemos uns mimos, merecemos ouvir que somos especiais, sabermos que alguém pensa em nós, mesmo de tão longe, com carinho...
Se valem para alguma coisa as minhas palavritas, fico feliz apenas por pensar que posso ter melhorado o teu dia e por saber que nessa pele clara, se ficaste envergonhada tens as bochechas a combinar com o cabelo!
hihihi

Prometo, que para a próxima vez que cá vieres eu bebo café... sozinha! Sim, porque as futuras mamãs não devem beber café! :P

Já agora, também eu estou à espera de poder publicar o post seguinte... Achei que seria mais correcto pedir autorização à pessoa de que vou falar para contar a história dela... Estou à espera...

Beijos para o galinheiro todo! ;)