23 julho 2006

Dois anos...

Já lá vão dois anos!... Até-se-me-faz-parece-impossível!
Há dois anos o meu filho acordou-me às três da manhã, às quatro fez-me ir passear para a sala sozinha (até o L. acordar às seis), andar, andar e andar, bufar e soprar encostada às portas e às paredes, contar minutos entre contracções olhando para o telemóvel... Fui uma mamã descontraída: tomei banhinho, almocei em casa, soprei mais um pouco até às duas da tarde e só depois arrancámos para a maternidade. J Foi na hora H! Demorámos cerca de meia hora no caminho, fiz a inscrição (nome, morada, n.º beneficiário, etc.). Só aqui é que comecei a perder a paciência com o raio da funcionária mais a sua calma e lentidão... Mal sabia eu que estava a menos de 30 minutos de ver a carinha do meu bebé! Subimos no elevador, o pai teve que ficar à espera cá em baixo e a mim mandaram-me esperar numa outra salinha. Esperar! Não aguentei e dirigi-me à porta por onde desapareciam as batas brancas, felizmente já lá vinha uma à minha procura. Ainda queriam fazer-me análises e medir a tensão e mais não-sei-o-quê! Hha! O Marco estava com pressa e eu também. Quando “viram” realmente como nós estávamos, meteram-nos à pressa numa cadeira de rodas - sabiam que aquilo anda mesmo depressa?! - e fomos a acelerar para a sala de partos. Mandei chamar o L., se o elevador demorasse mais um minuto ele já não assistia ao nascimento do filho.
Fui mãe às 14 horas e 57 minutos! A hora, o minuto, o segundo mais feliz da minha vida!
O L. conseguiu tirar uma foto ao Marco com o telemóvel, à socapa. Aqui está ele com 5 minutos de vida:



Foi um parto fácil. Não conheço mais nenhuma mulher que diga isto mas é verdade! Estava bem preparada e nunca tive medo ou entrei em pânico e nunca, mas nunca deixei que me abandonassem ou me dessem ordens! Quem manda em mim e no meu bebé sou eu! LOL
Em segundo lugar de Momento Mais Feliz da Minha Vida está a segunda vez que olhei para o meu bebé a mamar. É a segunda porque da primeira a ansiedade de ‘acertar com a coisa’ e de ele ‘pegar’ no peito e realmente mamar era muito grande. Eu ainda nem sabia se ia ter leite! Mas tive, muito e durante muito tempo! A primeira vez que ele mamou foi ainda na sala de recobro, porque eu o exigi e fartei-me de chamar a enfermeira! Outra mãe menos informada ou preparada tinha ficado ali aquelas duas horas sem o fazer e sem o pedir, ou se calhar uma mãe mais cansada tinha demorado mais tempo a lembrar-se disso!
As recordações em imagens que me vêm à mente quando penso nesse dia são de um pai com uma expressão de ansiedade a tentar manter a calma, uma avó Inês a olhar para mim com aquele ar de sofrimento que as mães têm quando não podem fazer nada para ajudar os filhos, salinha de onde arrancámos a toda a brida de cadeira de rodas, a cabeça da obstetra que estava com pressa porque tinha um prematuro noutra sala quase a nascer também, a cara do meu filho quando nasceu, as luzes do tecto do corredor, o Marco no berço do hospital, ele a dormir, ele a mamar, ele a olhar, um pai muito embevecido com um bebé muito pequenino nas suas mãos grandes...
E faz hoje dois anos!
A evolução de uma criança em apenas dois anos é uma coisa espantosa! Passou de uma coisinha pequenina, engelhadinha, indefesa e com umas potentes cordas vocais para um pequenito, cheio de genica, alegre e divertido, que se o chatearem muito distribui uns valentes pontapés e que passou a ter umas cordas vocais de fazer inveja a qualquer Freddy Mercury que por aqui passe! LOL Fala pelos cotovelos, é inteligente e meigo, é muito simpático mas também tem um génio levado da breca!
É o grande amor da minha vida, vem primeiro que tudo e não há nada melhor do que chegar ao fim do dia e ver aquela alminha correr para mim com os olhos brilhantes de felicidade a gritar “Mina mamã! Mina mamã”. Receber aquele beijo molhado é puro deleite!
Parabéns, meu filho. A mamã ama-te muito!
E o resto é paisagem.

3 comentários:

Sofia Cavaco disse...

*snif*
fizeste a "tia" ir (quase) às lágrimas....
mts bjinhos! tanto para o Bé como para a mamã!*chuack*

Merlin disse...

O "tio", em directo da "paisagem", manda beijinhos muitos e parabéns para ambos!!! ;) *******

borbolletta disse...

PARABENS ao marquinho e a ti!

a minha prima tb teve um parto fácil. lembro-me de a ouvir dizer:" se isto é assim tão facil, venho ca ter mais um daqui a 15 dias", eheheh

sem duvida que este teu texto faz quase vir as lágrimas:)
a isso se chama amor de mãe..(e de repente isto ja me soa a canção pimba:P eheheh)

beijinhos